quinta-feira, 27 de novembro de 2014

REFLEXÃO: "Arrumes suas gavetas" no sentido figurado, não quer dizer que são somente as gavetas. Você tem se livrar de tudo que é negativo, incluindo as pessoas ao seu redor que não contribuem em nada para o melhoramento da sua evolução nesta existência. Sua carteira com dinheiro desarrumado, bolsa bagunçada, o porta-luva do carro cheio de coisas que não fazem o sentido de estar ali, o seu carro sujo e cheio de papeis de propaganda,garrafas plásticas de água mineral vazias jogadas no assoalho do veiculo. Seu local de trabalho virados de pernas para o ar.Tudo faz parte das gavetas da sua vida. — com Fausto Leonel Borges.



Uma vez li alguma coisa a respeito de uma garota que pedia para a sua avó a solução de um problema grave. A avó disse: "suba, arrume suas gavetas e após fazer isso você terá a solução".

Experimentei perguntar para as pessoas mais velhas se realmente existe uma conexão e perguntei certa vez para a minha avó o que tinha a ver a gaveta com os problemas e ela muito sabiamente me falou que a gaveta desarrumada é o espelho da vida, então toda vez que você está com alguma coisa bagunçada, alguma área de sua vida manifesta bagunça. Toda vez que você está com alguma coisa desorganizada, essa desorganização se reflete na sua vida.

Lembre: você é um reflexo de Deus, um reflexo do universo. Você tem um mundo dentro de si. Sua casa é um reflexo de seus estados emocionais. Se você tem dentro de si reflexo do mundo, quando está desorganizado interiormente, manifesta isto exteriormente.

Quando essa manifestação exterior veio antes, você pode reorganizar o seu mundo interno mostrando simbolicamente que está arrumando externamente.

O universo funciona assim: o que está dentro está fora. O que está em cima está embaixo. O que está de um lado está de outro. Então se você lembrar sempre que pode influenciar o interior com o exterior e vice-versa, você tem a chave para a organização total.

No momento em que você limpa a sua gaveta e joga fora aquilo que não presta, está reprogramando simbolicamente o seu interior. É uma das melhores chaves para conseguir serenidade e respostas para problemas muito difíceis. Aproveite e arrume suas gavetas. Com certeza vai ajudar você a encontrar solução para muitos de seus problemas.

REFLEXÃO: "Arrumes suas gavetas" no sentido figurado, não quer dizer que são somente as gavetas. Você tem se livrar de tudo que é negativo, incluindo as pessoas ao seu redor que não contribuem em nada para o melhoramento da sua evolução nesta existência. Sua carteira com dinheiro desarrumado, bolsa bagunçada, o porta-luva do carro cheio de coisas que não fazem o sentido de estar ali, o seu carro sujo e cheio de papeis de propaganda,garrafas plásticas de água mineral vazias jogadas no assoalho do veiculo. Seu local de trabalho virados de pernas para o ar.Tudo faz parte das gavetas da sua vida.
 — com Fausto Leonel Borges.

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Vibrando Luz

V


PROTEÇÃO ENERGÉTICA

Muitos pessoas me perguntam como fazer para se proteger das “energias negativas”. Dizem que quando entram em um ambiente, muitas vezes se sentem cansados, angustiados…

Em primeiro lugar, esclareço que tudo começa em nosso mundo interior, ou seja, em nossa intimidade. Precisamos, ao longo da nossa vida, no dia a dia, cultivar o hábito de analisar nossas reações diante das circunstâncias. Precisamos desenvolver, progressivamente, a capacidade de colocarmos nossa atenção no agora. Eckhart Tolle nos oferece lições belíssimas sobre o poder do agora. Ele afirma, no livro O poder do Agora:

“Nossa mente é um instrumento, uma ferramenta. Está ali para ser usada em uma tarefa específica e depois ser deixada de lado. Sendo assim, eu poderia afirmar que 80% a 90% dos pensamentos não só são repetitivos e inúteis, mas, por conta de uma natureza frequentemente negativa, são também nocivos. Observe sua mente e verificará como isso é verdade. Essa atitude causa uma perda significativa de energia vital”.

Recomendo muito a leitura desse livro. Portanto, em primeiro lugar, precisamos tomar consciência dos nossos pensamentos e emoções. Ao estarmos presentes, sem julgar, sem criticar, mas apenas percebendo, ampliamos nosso grau de consciência; saímos do “piloto automático” e passamos a canalizar nossa energia para algo mais específico. Isso inclui, sim, uma posterior autoanálise…

Sendo assim, a busca pelo autoconhecimento é fundamental. Conforme vamos nos conhecendo, conseguimos discernir melhor quais são os nossos padrões emocionais e condicionamentos mentais e o que nos é estranho, ou seja, vem de fora. E esse “fora” inclui a influência de espíritos – encarnados e desencarnados.

Mas, quando falamos em assédio espiritual, não podemos nos colocar em uma posição de vítimas e acharmos que os espíritos são culpados pelo que acontece em nossa vida. Sim, eles têm influência, mas nós temos o livre-arbítrio de cedermos ou não às suas sugestões. E mais: se eles nos atingem, quase sempre é porque nós mesmos os atraímos. Isso ocorre devido à sintonia espiritual que existe entre as pessoas.

Então, precisamos ter a coragem de assumir nossa responsabilidade diante dos assédios e obsessões e mudar nosso padrão interior.

E, claro, devemos buscar apoio nas ferramentas que temos à nossa disposição para nos protegermos e nos reequilibrarmos, energética e espiritualmente. Temos as práticas bioenergéticas, a meditação, a oração, etc. Como dizia Jesus: “Orai e vigiai.”

Fonte:Wagner Borges/Universo Natural.

Vibrando Luz




COMO SER TERAPEUTA DE SI MESMO?

Sofremos quando não compreendemos nossas emoções. Quando não conhecemos nossas crenças e como elas nos movem e, muitas vezes, nos aprisionam. Quando não sabemos lidar com as questões energéticas e espirituais, sejam positivas ou negativas, internas ou externas.

Sofremos quando não conseguimos ter controle sobre nós mesmos. Quando queremos, mas não conseguimos, mudar um padrão de comportamento, sentimento ou pensamento. Sofremos quando não nos aceitamos e nos comparamos aos outros. Sofremos quando só buscamos respostas fora de nós. Se formos bem sinceros, reconheceremos que sofremos por não nos conhecermos.

Por estarmos a quilômetros de distância de nossa essência, de nossa missão, do nosso propósito de vida, do compromisso que assumimos com nossa evolução ao renascer aqui neste planeta.
Sofremos por não aproveitarmos as oportunidades, por adiarmos as decisões, por sermos ora passivos, ora impulsivos.

Por não termos paciência para nos ouvir, nos acolher, nos dar abrigo. Assim, tão distantes de nós mesmos, com tantos conflitos internos, dores, mágoas, culpas, arrependimentos, nostalgia, fraqueza, como ficarmos de bem com o outro e com a vida?

Como ter harmonia nas relações externas quando essa harmonia não existe dentro de nós?
Ser terapeuta de si mesmo é assumir com alegria, coragem e amor o comando de sua própria vida. É olhar no espelho, olho no olho, e reconhecer que cabe a você a direção, o controle e a responsabilidade sobre seus pensamentos, sentimentos e atitudes.

Ser terapeuta de nós mesmos é nos acolher, reconhecer quem somos e utilizar melhor nossos potenciais. É cuidar bem de nós. Escolher melhor o que comemos, bebemos, falamos, sentimos, pensamos e fazemos. Relembrar que para toda ação, há uma reação. O que fazer com nossas negatividades?

Como proceder diante de um pensamento, sentimento ou comportamento negativo em nós?

Experimente agir da seguinte forma:

1º. Reconhecer: Olhar de frente, nomear, saber como e quando as negatividades atuam, em relação a você mesmo e aos outros.

2º. Aceitar: Não criticar, julgar ou condenar para não gerar conflito, culpa e medo; apenas aceitar, observar.

3º. Acolher: Nada em nós é para ser jogado fora, deletado. A negatividade pode e deve ser transformada em positividade. Da indiferença para o amor. Do egoísmo para o altruísmo. Do medo para a coragem. Do orgulho para a boa vontade e assim por diante.

4º. Aprofundar: Conhecer e compreender a causa da negatividade para transformá-la em luz, em positividade. Chega de fugir de nós mesmos, nos distrair somente com as questões externas. Vamos nos aproximar e conhecer melhor o ser iluminado que habita em nós, que tem as respostas que precisamos, amor abundante, força, determinação e vontade.

Assim, nos tornaremos fortes, motivados e confiantes para lidar com os desafios que a vida nos envia para crescermos.

Fonte:Belezain

Vibrando Luz